A mediação é uma forma de solucionar conflitos sem precisar partir para a justiça e, para isso, é preciso conhecer algumas técnicas de mediação, ser um mediador capacitado e com experiência o suficiente para conduzir a sessão de uma forma tranquila e amigável. Conheça a plataforma de mediação do Reclame AQUI, Leegol

O mediador é muito bem treinado para exercer sua atividade, aprimorando técnicas de condução de comportamento dentro da construção de um acordo.

E o mais interessante é que essas técnicas são muito válidas para qualquer tipo de situação, inclusive na sua casa!

Entenda: Por que a mediação on-line é paga?

Então, separamos algumas técnicas que podem ser aplicadas no dia a dia de qualquer pessoa e algumas formas práticas de utilizá-las. Vamos ver?

  1. Parafraseamento

Essa técnica é basicamente a reformulação de frases já ditas, com o objetivo de simplificar e clarear o entendimento da mensagem para quem está a ouvindo.

Na prática: você andando na rua e para um pedestre buscando por uma informação. A pessoa te responde e, antes de voltar a andar, você repete a informação da forma que entendeu para validar. Ele corrige uma das coordenadas e você segue o caminho.

  1. Escuta Ativa

Durante um conflito, a comunicação pode ser prejudicada e a escuta ativa chega com o foco de compreender as informações mais importantes e encorajar que as pessoas consigam se escutar.

Ela é muito mais do que apenas ouvir com atenção. A escuta ativa nos faz prestar mais atenção em gestos, expressões faciais, imagens, texto e qualquer outra coisa que possam compor a mensagem que está sendo transmitida.

É validar os sentimentos e o engajamento.

Na prática: discussão de família. Você quer argumentar, mas tem receios do posicionamento das pessoas quanto às suas ideias. Nesse momento, vale ativar a técnica da escuta ativa.

Com ela, você vai conseguir entender o objetivo daquela discussão, a linguagem corporal de cada um em relação ao tema e, por fim, decidir se a sua fala vale a pena ser dita dentro do contexto.

Mais: 5 problemas bem complicados que a mediação pode resolver

  1. Rapport

Palavra de origem francesa, ela se refere a empatia necessária com o interlocutor. Em resumo, é uma técnica para ganhar confiança de quem fala com você, propondo um diálogo construtivo, aberto e capaz de influenciar o andamento de uma conversa.

Isso pode ser feito de algumas formas específicas, como imitar comportamentos, postura corporal, contato visual, tom de voz, entre alguns outros.

O mais importante é que o rapport não seja usado despretensiosamente, para que não seja interpretada como deboche.

Na prática: durante uma discussão com amigos. Você está neutro, não quer discutir, mas também não quer que eles fiquem batendo boca.

Nesse momento, pode utilizar pontos específicos do rapport para se colocar como mediador da situação e ir aos poucos acalmando os ânimos de todos os lados.

Viu como a mediação pode ser inserida em todos os momentos da nossa vida?

Confira aqui outras técnicas de mediação

Deixe uma resposta